Publico por: Pedra Branca News | Publicado quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016 | Marcadores , | Comentários 0 comentários
Penúltima escola a desfilar pelo Grupo Especial, a verde e branco de Ramos fez uma homenagem a Zezé Di Camargo e Luciano e à música sertaneja. Os filhos de Francisco vieram no alto do último carro com as cores da Imperatriz Leopoldinense.

O samba-enredo foi puxado por Marquinhos Art’Samba e contou com o apoio da cantora e sanfoneira paraibana Lucy, ex-participante do ‘The Voice’. Zé Catimba, paraibano de Guarabira, o único fundador da escola vivo quis homenagear a conterrânea.

O samba com os versos “É o amor” e “Sou brasileiro, caipira Pirapora” ajudou a empolgar os 3.200 componentes e chamou a atenção ao ser executado com acordes de sanfona. A escola saiu da Sapucaí ouvindo gritos de “A campeã voltou”.

Oito vezes campeã do carnaval do Rio, a Rainha de Ramos conquistou seu último título em 2001. Em 2015, a Imperatriz ficou em 6º lugar.

O carnavalesco Cahê Rodrigues se inspirou assumidamente no filme “2 filhos de Francisco” para compor o enredo “É o amor… que mexe com minha cabeça e me deixa assim… Do sonho de um caipira nascem os dois filhos do Brasil”.

Além de contar a trajetória de vida e musical da dupla, a Imperatriz abordou a vida do homem do campo, o universo caipira e reuniu nomes como Chitãozinho e Xororó, Paula Fernandes e Alexandre Pires.

O desfile teve ainda a participação dos atores Dira Paes e Ângelo Antonio, que vivem os pais da dupla no filme.

A bateria de mestre Lolo deu show fazendo diversas bossas e paradinhas e trouxe a atriz Cris Vianna como rainha. A inovação, porém, veio pelo som de sanfona.

Fonte: G1
Publico por: Pedra Branca News | Publicado | Marcadores , , | Comentários 0 comentários
Em reação à informação extraoficial de que o Comitê Olímpico dos Estados Unidos decidiu liberar seus atletas da Olimpíada do Rio de Janeiro por medo das doenças provocadas pelo Aedes aegypti, o governo brasileiro unificou o discurso sob a alegação que em agosto, mês de realização dos Jogos, é “baixa a circulação do mosquito” e que, portanto, o risco de contágio de atletas e visitantes “são mínimos”.

O ministro do Esporte, George Hilton, disse à reportagem do Estado de S. Paulo que o governo está levando estes esclarecimentos às federações esportivas de todo mundo para mostrar que não há risco para a participação dos Jogos.

“O zika é um problema de saúde pública no mundo inteiro, mas justamente pelas tipicidades do clima, não é um problema olímpico”, afirmou George Hilton.

Hilton reagiu ainda à postura do comitê olímpico norte-americano. “Muitas opiniões atualmente estão sendo formadas sem os esclarecimentos necessários”, respondeu ele.

“O governo brasileiro está tratando de fazer esses esclarecimentos, sobretudo junto às federações esportivas”, disse.

Segundo o ministro, o mês de agosto, quando será realizada a Olimpíada, é um período em que diminui a quantidade do mosquito transmissor.

Por isso os riscos de contágio são bem menores. “Isso já foi informado em carta formal da equipe científica do Comitê Olímpico Internacional”, frisou ele, acrescentando que “o que posso dizer é que a Olimpíada brasileira vai acontecer e vai ser a melhor da história”.

Forças armadas
O Ministério da Saúde também tentou minimizar a decisão do comitê norte-americano.

“O Brasil está fazendo uma grande mobilização para combater o mosquito Aedes aegypti e o Ministério da Saúde disponibilizou 2.277 agentes de endemia e 14.600 agentes comunitários de saúde, além do reforço disponibilizados pelas Forças Armadas”, informou a assessoria do ministro Marcelo Castro.

“Tudo isso mostra o esforço que o governo federal, estados e municípios estão fazendo para proteger a população brasileira e todas as pessoas que virão para a Olimpíada, incluindo visitantes e atletas”, prosseguiu o Ministério da Saúde, reiterando que “vale destacar que o período das olimpíadas, que é agosto, é de baixa circulação do mosquito”.

Fonte: Exame
Publico por: Pedra Branca News | Publicado | Marcadores , , , | Comentários 0 comentários
Um grupo de dez famílias de agricultores conseguiu plantar e colher cerca de 100 toneladas de batata-doce em pleno Sertão paraibano. A fartura de alimento foi conquistada ainda na primeira safra, enfrentando a seca com a utilização de poços artesianos em um sítio da Zona Rural de Santana dos Garrotes, no Sertão paraibano, a 421 km de João Pessoa. De acordo com um produtor, há batatas-doces que chegam a pesar 3 kg.

A plantação contou uma área de sete hectares. Semeadas durante o mês de agosto, as batatas foram colhidas entre os meses de dezembro e janeiro. Quase toda a safra, segundo José Galego, um dos responsáveis pela plantação, foi vendida para comerciantes de Juazeiro, na Bahia.

Durante a fase de plantio, o agricultor explicou que a maior dificuldade foi conseguir água para irrigar a plantação, já que a perfuração dos poços não era uma garantia.

“Nossa maior dificuldade foi com relação à água por conta da seca. Essa era a nossa primeira tentativa com as batatas e perfuramos os poços na esperança de conseguir uma grande quantidade de água, garantindo um bom crescimento das batatas. Temos dois poços e cada um armazena de 20 a 30 mil litros de água. Isso nos deu garantia de que a safra seria boa”, contou José Galego.

Na colheita, a surpresa dos agricultores foi com relação à qualidade e ao peso conseguido com as batatas. De acordo com José Galego, algumas das batatas-doces chegaram a pesar três quilos.

“Acreditamos muito no nosso trabalho e queremos que isso venha a ser um incentivo para outras famílias. Estamos tendo um lucro viável e mostramos que podemos conviver com a seca e sustentar nossas famílias mesmo com todas as dificuldades do Sertão. A batata-doce foi nosso primeiro passo, estamos agora plantando 3 mil pés de tomate e estamos com o arroz vermelho. Estamos lutando e vencendo”, afirmou José Galego.

Fonte: Portal Correio
Publico por: Pedra Branca News | Publicado segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016 | Marcadores , , | Comentários 0 comentários
Um homem, não identificado nem pela polícia militar nem pelo próprio Samu, que prestou socorro, foi esfaqueado, na cidade de Piancó. O fato ocorreu, por volta das 21h, deste domingo(7), nas proximidades do Tropical Bar, localizado na Praça Salviano Leite, local onde está acontecendo o carrnaval, naquela cidade.

A polícia militar apenas tomou conhecimento do fato. O Samu prestou socorro à vítima no local. Em seguida, em decorrência da gravidade dos ferimentos, o homem foi levado, com vida, para o hospital Regional de Patos.

Ao portal Vale do Piancó Notícias, a atendente do Samu da cidade de Piancó disse que a vítima foi encaminhada para o hospital Regional de Patos como desconhecida e não pôde dar maiores detalhes, mas forneceu o numero (83) 3421 2741 como sendo do hospital Regional de Patos,

O portal ligou várias vezes, mas ninguém atendeu no número fornecido pela atendente do Samu.

O estado de saúde da vítima não foi possível informar.

Já em Coremas...

Por volta das 22h dessa sexta-feira (5), a guarnição Composta pelo Major Guimarães e o Soldado Elias, com o apoio dos Agentes de Transito Soldados Rodrigues e Araújo, realizavam rondas na Rodovia PB-426, que dá acesso a Cidade de Coremas, quando avistaram um indivíduo conduzindo uma motocicleta sem placa; o policiamento determinou que o condutor parasse o veículo, que ignorou as ordens dos policiais, e fugiu por uma estrada vicinal.

Iniciou-se uma perseguição que culminou com a prisão de Edvaldo Costa Sobrinho, 33 anos.

Durante a fuga ele tentou se desfazer de um Revolver Calibre 32 com 3 munições, porem a equipe policial estava atenta e percebeu a atitude do acusado, que foi conduzido a Delegacia para as providencias legais

Fonte: Diamante Online com Vale do Piancó Notícias
Publico por: Pedra Branca News | Publicado | Marcadores , , | Comentários 0 comentários
Uma nota técnica assinada pelos engenheiros José Inácio de França e Cícero Aurélio Granjero concluiu que não há risco eminente de rompimento do açude de Coremas, maior reservatório do estado, em decorrência das rachaduras na estrutura de concreto.

A informação foi divulgada pelo coordenador do Departamento Nacional de Obras contra as Secas na Paraíba (Dnocs), Avanir Ponce Braga.

De acordo com o coordenador, existe uma necessidade de uma manutenção corretiva no açude. Após o levantamento feito pelos engenheiros, um documento foi entregue a direção geral do Dnocs, em Fortaleza, para solucionar o problema. “O Dnocs contratou uma empresa para fazer um levantamento das barragens que vão receber água da transposição do Rio São Francisco, entre elas, a de Coremas. A direção geral do órgão, em Fortaleza, já está ciente do caso e tenta em Brasília recursos para a contratação da empresa que vai fazer a manutenção do açude de Coremas. Acreditamos que até março as rachaduras serão consertadas”, avisou o coordenador Avanir Ponce.

O alarme para um possível rompimento foi iniciado por um grupo de estudantes nas redes sociais depois da tragédia ocorrida no distrito de Mariana, em Minas Gerais, em novembro de 2015, onde o rompimento de uma barragem de rejeito de mineiro devastou cidades matando várias pessoas.

Fonte: Portal Correio
Publico por: Pedra Branca News | Publicado | Marcadores , , | Comentários 0 comentários
Em janeiro do ano passado, o WhatsApp começou a bloquear usuários do WhatsApp Plus e de outros clientes paralelos do mensageiro. A medida foi adotada depois que o app foi comprado pelo Facebook, que não admitiu a existência de apps não oficiais utilizando a sua rede. Contudo, parece que o tal WhatsApp Plus está de volta, mas você não deve fazer a instalação.

A nova versão do app paralelo estaria funcionando normalmente, mas não há qualquer identificação dos desenvolvedores que estariam por trás do projeto. Essa versão 3.9, portanto, pode estar infectada com malwares ou simplesmente abrir uma brecha de segurança no seu smartphone, que poderia ser explorada posteriormente.

Como era de se esperar, o app não está na Google Play, mas pode ser baixado na internet e instalado em aparelhos Android via APK independente. O arquivo tem 24,23 MB, e ainda não há uma análise oficial de nenhuma empresa de segurança virtual acerca da segurança oferecida pelo software.

Mesmo que ele acabe sendo considerado seguro, é muito improvável que continue funcionando por muito tempo. Caso esteja utilizando novamente a rede do WhatsApp original, o Facebook deve fazer o bloqueio novamente em pouco tempo. Portanto, não vale a pena o risco nem a perda de tempo.

Fonte: tecmundo
Publico por: Pedra Branca News | Publicado | Marcadores , , , | Comentários 0 comentários
A equipe da Polícia Civil da cidade de Coremas (PB) prendeu Expedito Tomaz, 53 anos. A prisão ocorreu, na noite deste sábado (06), justamente na data de aniversário do acusado. Ele responde por dois homicídios na cidade de Brasília.

De acordo com informações do delegado regional do Vale do Piancó, Glauber Fontes, o acusado se envolveu em um muído na rua e foi detido pela polícia militar e levado para a delegacia de polícia civil da cidade de Coremas. Após consultar o nome do acusado no sistema, os agentes da polícia civil detectaram a existência de dois Mandados de Prisão da cidade de Brasília contra ele, ambos por homicídio. De imediato, os agentes deram voz de prisão ao aniversariante.

O delegado Glauber Fontes explicou, que logo após efetuarem a prisão do acusado, os agentes o encaminharam para a cadeia pública de Coremas, onde permanecerá à disposição da justiça.

Fonte: Vale do Piancó Notícias